HOMENAGEADO DO MÊS

HOMENAGEADO: Lula Cardoso Ayres, pintor Pernambuco de vanguarda, sua obra impressiona pelas formas. É um iluminado.
Período: 01 de novembro de 2012 a 31 de dezembro de 2012.

sábado, 20 de abril de 2013

O CHATO

O chato é amigo do Rato,
porque o rato rouba a paciência.

O chato não tem tato,
Se esconde no mato.

O chato é chato,
ponto final.

quarta-feira, 17 de abril de 2013

DRAKKAR NOIR


Meu perfume...
Adoro, sentir...
Adoro, curtir...
Demoro pra comprar...
Melhor é ganhar...

Mas, saudades bate a porta.
Sinto, sim, DRAKKAR NOIR...

FALA COMIGO


Fala comigo,
Se não posso escutar tua voz.
Sinaliza, pensa por nós.

Fico sempre esperando...
Uma singela atitude.

Tá bom...
Vou ler pensamentos...
Mas, sem argumentos.

No silêncio, só o olhar...


MENSAGENS


Penso, logo escrevo.
Vejo, logo penso.
Falo, vidrado, olhando profundamente.
As vezes me perco no tempo.
Pois não estou escutando suas palavras.
Vidrado estou.

Escrevo, percebo, suas imagens.
Leste minha mensagem.
Colocaste duas imagens.
Uma pra mim e outra pra ti.

Mas, o que é um simbolismo?
Fala alto a imaginação.
Mas, o que é a imaginação?
É algo que falo com o coração.

A única forma de ter por perto,
acredito, é simbolizando.
Evitando um ato proibido?
Será? Mas, não é o coração zanzando?

Há seu cheiro... Suave natureza.
Seu jeito, provocador.
Sua roupagem sensual.
Não quero pensar... Sou normal.

Já estou sem jeito,
Mas de que jeito...
Não me ajeito.
Não te rejeito.

Se, me procuras, de alguma forma.
Simboliza que eu entendo.
Me conforta, fico elemento.
Serei, também, substância.

Mas, não mantenha distância...

terça-feira, 16 de abril de 2013

PRA VOCÊ



Não tenho culpa se você apareceu em minha vida...

Mas andando pela cidade, olho as janelas.
Procuro te encontrar.

Passo pela beira-mar, vejo o nascer do sol.

Brilhando, me fortalecendo.
Você está no meu pensar.

Não estou amando, tão pouco apaixonado.

Mas você tocou meu coração.
Mexe com minha emoção.

Quero está perto de ti.

Quero sentir sua vibração.
Você está em minha oração.

Você pode não sentir o mesmo,

desculpe, não posso cobrar.
Você, talvez, não tenha pra doar.

Doando estou, sereno...

Não quero te magoar.
Só penso em te proteger.
Você me faz bem.
Muito bem...

Você é uma das minhas motivações.

A primeira o meu Deus,
A segunda minha vida,
A terceira você minha vida.

Sua voz me toca a alma.

Seu olhar me conecta ao universo.
Isso ainda não é amor.
Mas na minha mente deu um nó...
Cósmico...

domingo, 14 de abril de 2013

ERA TÃO BOM


Era tão bom que você aparecesse... 
Me desse novo sentido para viver.
O passado esquecesse.
Fosse em busca de um novo querer...

Era tão bom ver os olhos brilharem.
Duas pessoas se amarem...

Não tive culpa se a vida quis assim.
Não procurei você para mim.
Mas apareceu.
Fiquei fraco no momento...
Meu coração foi tocado profundamente.
Desconcentrou...
Achei que não a viria mais...

De repente, quando eu não esperava.
O trem foi recolocado aos trilhos.
Seguindo o caminho da vida.
Almas se encontrando...

ERA TÃO BOM II


Fitei teus olhos, brilhando...
Conversei suavemente.
Lágrimas apareceram...
Foste buscar forças no fundo da alma...

Levantaste a cabeça.
Seu pensamento foi voando, sereno.
Sua olhar diferente e constante.
Encontrou o equilíbrio.

Não quis te magoar.
Mas minha percepção foi lógica.
Você precisava daquelas palavras.
Você precisava de alguém pra confiar.

Fui só...
Ninguém me apoiava...
Descobri a vida de uma maneira
Que não queria.

Recomeçar...
Sempre assim... Recomeçar...
Mas, ora pra teu Deus.
Vai abençoar.

segunda-feira, 25 de março de 2013

TRISTEZA



Como será a tristeza para alguém feliz?
Como será a tristeza para alguém morto?
Como será a tristeza para os anjos?
Como será a tristeza para os santos?

Penso incessantemente...

Como será a tristeza para que não a sente?
Como será?

O T da Tristeza;
O R da Resignação;
O I de Infortúnio;
O S de Solidão;
O T de Tristura;
O E de Esmorecimento;
O Z de Zumbido;
O A de Abatimento.

Como será o FIM?


NUVEM ESCURA


Olho para o lado
Vejo tudo e nada vejo...
Procuro um sentido
Acabo esquecendo
Sentindo perdido

Vejo o dia
Vejo à tarde
Vejo à noite
Nada vejo

Penso em tudo
Nada descubro
Penso pouco
Nada acontece

Varo a madrugada
Pensando na vida
Lendo coisas
Tentando distrair
Mas não tenho...
Um lugar para ir